28 de fev de 2008

Presente antecipado de aniversário

"Em outros contos, consultam-se ainda, no humano dolente, as emoções do humano abandonado pelos objetos , pelos entes, pelas utopias –– o silêncio como fio condutor da memória, o abandono dos valores humanos como lei de nossos tempos. Em outras histórias, todas nossas, vão se assumindo outras modalidades para o desdém: a solidão de uma mulher que se acha velha demais para relacionar-se com outro homem; o desprezo de uma turma por um professor prestes a se aposentar. Diferentes formas de descartar-se do humano, mas nenhuma delas de "poder ser". Renata Belmonte é uma artista jovem e, ao mesmo tempo madura, denunciando "o que não pode ser", numa sociedade onde a disputa e a truculência não cedem lugar ao emocionar-se , ao choro mútuo, o que resulta no acúmulo de dores vividas pelas personagens da escritora, sem de fato, poderem ser. E assim, "o que não pode ser", nem pode ser dito, diz sua literatura, entre a vida e a morte de todos nós, "intermitentemente." "


Osmar Soares da Silva Filho, doutorando pela UFRJ, em: Renata Belmonte, As intermitências do ser, ensaio presente no livro Estudo sobre contistas brasileiras estreantes nos anos 90 e 2000, organizado por Helena Parente Cunha, editora Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, 2008.

Março ainda nem chegou. Mas já ganhei de aniversário este maravilhoso presente.

10 comentários:

Anônimo disse...

Nós sabemos, Renata.

fernanda disse...

Que fantástico renatita!
parabéns! muito,muito.
(Helena Parente parece com sua literatura tb....um dos livros mais impactantes da minha vida foi Mulher no Espelho.)

Críticas Criticáveis disse...

que chiq! Parabéns!

aeronauta disse...

Parabéns! Onde posso encontrar esse livro? Bjs.

Personagem Principal disse...

Merecido demais! Parabéns, Renatildaaaaaaa.

aeronauta disse...

Obrigada, Renata, pelas dicas sobre o livro. Abraços.

Flamarion Silva disse...

Parabéns, Renata! Fico feliz por você. Seu sucesso, resultado da qualidade literária, é algo inevitável. Em breve lerei este livro. Continue firme e nos dê de presente, este ano, um novo livro. Abraços.

Renata Belmonte disse...

Obrigada, amigos! Vocês são muito especiais!

SANDRO ORNELLAS disse...

Já-já vai estar no cânone da sala de aula e será indicada para a Academia de Letras da Bahia. Aceitará? Ai ai ai... isso é pergunta... Meus parabéns! Mesmo! Deve ser muito legal.

Lidi disse...

Vou dar um jeito de conseguir este livro. Fiquei curiosa. Parabéns (mesmo atrasado), Renata! Você merece muito mais...