4 de set de 2009

Colonização do real


Ela ficou no inverno e eu cheguei na primavera. Sempre andamos de mãos dadas, mas tudo mudou. Trens diferentes, destinos distantes. Acho ordinária essa desculpa de falta de tempo. Acho blasé essa coisa de "incompatibilidade de agendas". Prefiro dizer: foi a colonização do real. Um dia, voltamos.