3 de out de 2007

Do absurdo da condição humana




Já pararam para pensar: por que a maioria das pessoas morre de rir ao ver outra tropeçar?

8 comentários:

O Sibarita disse...

Ô, rimos é? kkkk

Sua menina, é o riso da desgraça alheia, só pode ser! kkkkk

bjs
O Sibarita

Prof. Robson Dias disse...

Realmente! Parece uma reação instintiva, isto é, se você estiver se referindo ao tropeço literal. Mas, de fato, o que há de engraçado num tropeço? (você me fez pensar nisso agora!)

Sei lá... penso que é engraçado ver alguém se desajeitar todo de uma hora pra outra, principalmente quando está naquela maior "pose" (rsrsr).

Mas, se o tropeço for um infortúnio desses que a vida nos apresenta de uma hora pra outra, só penso que o riso é uma maneira de dizer: se eu não consigo, então você também não conseguirá (e eu torço por isso)...

Sei lá! São só pensamentos!!!

Fique com Deus.

Prof. Robson Dias.

Personagem Principal disse...

Ah, eu não sinto isso, não. E odeio quem sente. Bjs.

O. disse...

E assim segue a humanidade... Para onde?

Luíza disse...

Hahaha.. eh verdade neh.. mundo, mundo.
Guria, chegou hj o livro. ai..to loca pra ler.
Muito obrigada.
Beijaooo

Ricardo Belmonte disse...

http://www.youtube.com/watch?v=TovLs45Tpys

rache o bico de rir aí
hehehehe

saudadessss

katherine funke disse...

acho uma droga quando vejo alguém tropeçar. fico totalmente sem graça tentando ajudar a pessoa a se recompor.

mas nem sempre as pessoas riem.

um dia vi uma mulher tropeçando na rua ao subir no meio-fio. foi horrível, o salto de um dos sapatos quebrou e a meia-calça rasgou. ninguém riu, porque a moça era linda, estava super bem arrumada. apareceram uns dez homens para ajudar.

aí sim, eu pude rir.

Renata Belmonte disse...

Queridos,

Este meu sempre agradecimento pelos comentários!
Abraços,
Renata