7 de mai de 2008

Esta minha horinha de descuido


"... dizia que o certo era a gente estar sempre brabo de alegre, alegre por dentro, mesmo com tudo de ruim que acontecesse, alegre nas profundezas. Podia? Alegre era a gente viver devagarinho, miudinho, não se importando demais com coisa nenhuma. Felicidade se acha é só em horinhas de descuido".

Guimarães Rosa

Gravura: La Lecture Hand de Renoir, o motivo da minha horinha de descuido. Encontrei essa reprodução no Google e, de repente, estava novamente no meu quarto de criança. Quando pequena, achava que eu era a garota loura do quadro e que ele tinha sido pintado especialmente para mim. Hoje, percebi que, daquele tempo, apenas me sobrou uma certeza: desde cedo, a literatura já estava presente na minha vida.

4 comentários:

anjobaldio disse...

Valeu Renata, fico sempre inspirado quando passo por aqui. Bjs.

Estranha disse...

Você também é muito querida... (rs). Beijos.

Imcompreendida disse...

Concordo plenamente com o Rosa, pena que não dá para forjar mais uns momentos de descuido... rsrrs Obrigada por ter me linkado...

On The Rocks disse...

Sim, sou eu mesmo. Obrigado pela gentileza. Vou linkar o seu blog no On The Rocks. Bj